Search
  • Paulo Jorge Pereira

Ana Brinca lê "Caderno de Encargos Sentimentais", de Inês Meneses

A atriz Ana Brinca escolheu um exemplo do trabalho literário de Inês Meneses, "Caderno de Encargos Sentimentais", como proposta de leitura que hoje aqui está de volta.



Inês Meneses tem mostrado talento em diferentes meios. Nascida em 1971, começou na rádio com apenas 16 anos e depressa ganhou uma ligação muito especial à escrita. Criou o programa "Fala com Ela" para a Radar e, 15 anos depois, este passou a fazer parte da grelha da Antena 1, na qual já marcava presença, ao lado do psiquiatra Júlio Machado Vaz, com o programa "O Amor É" (deste último caso saiu, em 2018, o livro homónimo). Mas a sua assinatura está ainda, por exemplo, com a de Pedro Mexia no programa PBX, ou, ssob a forma de pseudónimo, em "O Sexo e a Cidália", neste caso com crónicas na revista do Diário de Notícias.

Também em 2018, Inês Meneses publicara "Amores (Im)possíveis", ilustrado por Tiago Galo. "Caderno de Encargos Sentimentais" é outra publicação, tendo surgido em junho de 2020. Com base em crónicas para o Público também já saiu "O Coração Ainda Bate".


Contraponto Editores


No prefácio do livro de Inês Meneses, o escritor Valter Hugo Mãe refere: "O que aqui se escreve é para as pessoas, essa condição nem sempre certeira que distingue bichos entre irracionais e humanos."

Ana Brinca é atriz, estudou na Act - Escola de actores, escreveu um livro aos 18 anos e gosta "de tudo o que tenha a ver com artes (desenho, música, representação, poesia)".

34 views0 comments