Search
  • Paulo Jorge Pereira

"Espécies Protegidas", de Gabriela Ruivo Trindade

Vencedora do Prémio Leya em 2013, a obra "Uma Outra Voz" foi a estreia de Gabriela Ruivo Trindade. A autora vive em Londres desde 2004, é formada em Psicologia e hoje aqui se apresenta a leitura do seu mais recente livro de contos, intitulado "Espécies Protegidas". Hoje e nos próximos dias, as leituras têm como cenário a bela paisagem de Marvão.



Além de ser a única mulher que, até hoje, venceu o Prémio Leya, e logo no livro de estreia, Gabriela Ruivo Trindade também foi distinguida com o PEN Clube Português Primeira Obra atribuído em função de "Uma Outra Voz" (neste caso, ex-aequo com o ensaio de Susana João Carvalho intitulado "António Lobo Antunes: A Desordem Natural do Olhar"). Em 2016, a autora publicou o conto infantil "A Vaca Leitora" e tem participação em diversas antologias de poesia e contos como "Contos da Emigração - Homens que Sofrem de Sonhos". No ano passado publicou o livro de poesia "Aves Migratórias".

A partir de fevereiro, numa parceria com o escritor Nuno Gomes Garcia, que vive em Paris, criou o site mapasdoconfinamento.com Passear pelo site é partir à procura dos trabalhos e dos cerca de 100 nomes que o compõem – de Maria Teresa Horta a Ondjaki, Afonso Cruz, Aida Gomes ou Almeida Cumbane; de Teresa dos Santos a Goretti Pereira; de Lelena Lucas a Heduardo Kiesse, desfilando por diferentes formas de fazer Cultura. E se a união é feita a partir da língua portuguesa, não se limita a ficar por aí: cada texto ecoa depois em inglês e francês para que (muitos) mais sejam atraídos. Um projeto de multiculturalidade que está em constante enriquecimento.


On y Va


José Manuel Paulino trouxe aqui em estreia o trabalho literário da autora e a própria Gabriela Ruivo Trindade leu aqui no blog, mais tarde, escolhendo um poema de Sophia.

Entretanto, a 23 de setembro veio a Lisboa apresentar o seu mais recente trabalho de que hoje aqui se lê um excerto: o livro de contos "Espécies Protegidas".

35 views0 comments