Search
  • Paulo Jorge Pereira

"O Mundo Não Tem de Ser Assim", de Pedro Latoeiro e Filipe Domingues

Antigo primeiro-ministro, atual (e próximo?) secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres já tem biografia, neste caso escrita a quatro mãos: chama-se "O Mundo Não Tem de Ser Assim", os autores são o meu amigo Pedro Latoeiro e Filipe Domingues e é o livro que já comecei a ler.



De António Guterres não vou falar, pois (muito) melhor do que eu está aqui o livro para nos esclarecer sobre o seu percurso até assumir o cargo de secretário-geral da ONU. Escreverei sobre o meu amigo Pedro Latoeiro, com quem tive a honra de partilhar uma redação durante anos e aprender a cada momento, e também sobre o seu parceiro de escrita em "O Mundo Não Tem de Ser Assim - Biografia de António Guterres", Filipe Domingues. Mas deixarei apenas a síntese das suas notas biográficas tal como figuram no próprio livro, porque quem tiver curiosidade em saber mais dos autores deve procurá-los e interessar-se pelos seus trabalhos fora do universo literário, uma vez que esta é a sua estreia em publicação de livros.

Ambos nasceram em 1985. A fase que conheci do Pedro Latoeiro, mestre em Economia Monetária e Financeira depois de estudos superiores, no país e além-fronteiras, nas áreas de Ciência Política e Direito Internacional Humanitário, é aquela em que foi jornalista e editor no Diário Económico. Depois da falência de um projeto maravilhoso devido a gente sem escrúpulos, o Pedro assumiu uma outra etapa e mantém-se como assessor político e de imprensa na Embaixada da Argentina em Lisboa.

Quanto a Filipe Domingues, licenciado em Ciências da Comunicação e com pós-graduação em Relações Internacionais e Diplomacia, no mundo do jornalismo dedicou-se à Rádio Renascença e, mais tarde, à Sport TV. Seguiram-se artigos de opinião na imprensa, participação em diferentes seminários e conferências, cabendo-lhe agora o papel de secretário-geral do Instituto para a Promoção da América Latina e Caraíbas (IPDAL).


Casa das Letras


Bem escrita, esclarecedora, rigorosa, minuciosa, atenta e oportuna: é assim que analiso a biografia de António Guterres que Pedro Latoeiro e Filipe Domingues nos deixaram à disposição.

Sendo a estreia literária dos dois, vale a pena sublinhar o trabalho de investigação e a diversidade de testemunhos que tiveram a preocupação de recolher, além das quatro entrevistas em que tudo foi perguntado a António Guterres. Tudo somado, trata-se de uma obra de leitura altamente recomendável para que todos possamos perceber os motivos pelos quais, de facto, "o mundo não tem de ser assim".

32 views0 comments

Recent Posts

See All