Search
  • Paulo Jorge Pereira

Silvana Tavano lê "O Quarto Branco", de Gabriela Aguerre

A escritora, jornalista e professora Silvana Tavano escolhe um trecho do primeiro romance de Gabriela Aguerre, "O Quarto Branco", para deixar como sugestão de leitura.



Nascida em Montevideu, no Uruguai, no ano de 1974, Gabriela Aguerre passou a viver no Brasil a partir dos três anos, mas viajar foi sempre um verbo conjugado na primeira pessoa do singular ou do plural, fosse qual fosse o tempo, até porque a mãe tinha como profissão ser agente de viagens. Quando integrou o mercado de trabalho, a vida de Gabriela passou a ser feita de viagens e de escrita: na editora Abril, teve oportunidade de entrar no departamento de turismo e conhecer mais de duas centenas de cidades pelo mundo fora. Foi repórter, editora, redatora-chefe e dirigiu a revista Viagem e Turismo, além de desempenhar a sua atividade noutros espaços de imprensa. Feitas as contas, dos 17 anos que passou na editora, o capítulo das viagens foi parte central do seu quotidiano ao longo de dez.

Outra componente fundamental do seu dia a dia desde criança foram as leituras, pois em casa nunca faltaram autores e livros por onde escolher - de García Márquez a Neruda, passando por Jorge Amado ou Eduardo Galeano. Gabriela passou a dominar o espanhol falado pelos pais e o português que aprendera no Brasil. No momento de mudar de vida à saída da editora, as suas opções passaram necessariamente pela escrita, tornando-se escritora de ficção ao mesmo tempo que dava aulas de jornalismo de viagens. Finalmente, no ano passado, depois da pós-graduação em Formação de Escritores, no Instituto Superior de Vera Cruz, em São Paulo, teve oportunidade de transformar o trabalho de final de curso no seu primeiro romance, "O Quarto Branco", história de uma uruguaia que vive no Brasil e de muitas perdas: uma irmã gémea, um filho, o pai, uma relação, um país. Ecos da vida da própria autora? A própria Gabriela admite que sim, mas apenas em parte, uma vez que não se trata de uma autobiografia.


Editora Todavia


"Me deixei atravessar por outras emoções, sentimentos, outras histórias. Sempre pensando o que tenho a dizer e como essa personagem se coloca", explicou a autora em declarações ao blog "Leio de Tudo" do Correio Braziliense.

Silvana Tavano é escritora, jornalista e professora na pós-graduação em Formação de Escritores - Especialização", do Instituto Superior de Educação Vera Cruz, em São Paulo, no Brasil. Escreveu dezenas de livros voltados para o público infantil e juvenil, com títulos publicados em vários países, como México, Argentina, China, Suécia e Turquia.

38 views

© 2020 by Livros Lidos. Direitos reservados

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now