top of page
Search
  • Paulo Jorge Pereira

Teresa Guerreiro lê "Corporanima", de Irene Lobo

O livro chama-se "Corporanima" e tem assinatura de Irene Lobo que, tal como Maria Vicente, é um pseudónimo da Professora Teresa Guerreiro. O regresso à leitura aqui no blog fica assim assinalado por outra das suas obras literárias.



A Professora Teresa Guerreiro regressa a este espaço depois do exemplo do projeto "Leituras contra a Pandemia" que aqui deixou no Especial Centenário de José Saramago, a 16 de novembro, da leitura de 2 de dezembro, sob o título "Havia", de Joana Bértholo, mas também do poema "E Ao Anoitecer", de Al Berto, aqui lido no dia 11, do poema "A Verdadeira Mão", de Ana Hatherly, apresentado a 20, e ainda de "Complexos", de Nuno Júdice, entre outros.

Agora é com a sua obra literária, impressionando com a beleza de poesia que nos apresenta: além do livro "Caleidoscópio", assinado sob o pseudónimo de Maria Vicente - seus nomes do meio -, e do qual já aqui ficaram exemplos, a Professora propõe hoje nova amostra do seu trabalho literário, agora como Irene Lobo e com a obra "Corporanima". E outros exemplos vão passar por aqui...


A obra poética de Teresa Guerreiro tem aqui uma assinatura com outro pseudónimo: Irene Lobo, depois das leituras aqui divulgadas como Maria Vicente.

Mas o trabalho de Teresa Guerreiro vai além da poesia que escreve. Como se explica no arquivo dedicado ao referido plano "Leituras contra a Pandemia", trata-se de um conjunto de "histórias e poemas lidos e ditos por alunos, professores, pais/encarregados de educação, escritores e amigos das bibliotecas escolares do Agrupamento de Escolas n.º 3 de Elvas durante os confinamentos devido à pandemia de covid-19 (2019/20 e 2020/21)".

Segundo refere a própria Professora Teresa Guerreiro, "os projetos nasceram da necessidade de, em contexto de pandemia e confinamento, levar até à comunidade escolar textos, prosa e poemas, literários, como forma de vencer a tristeza e o afastamento". E descreve as fases diferentes: "Teve dois momentos: o primeiro, 'Histórias contra a pandemia'; e o segundo, 'Um Poema por Dia para Combater a Pandemia'. Além das minhas leituras, participaram alunos, professores, encarregados de educação, amigos e alguns escritores, no segundo momento. O Ministro da Educação, João Costa, também participou."

A primeira leitura deste projeto apresentada no blog pertenceu a Cláudia Marçal e foi divulgada no passado dia 1 de novembro - "Então, Queres ser Escritor?", de Charles Bukowski. Uma outra leitura de Cláudia Marçal também já por aqui passou a 26 de novembro: "Erva Daninha", de Jorge de Sousa Braga. E outras se lhe seguiram.

29 views0 comments
bottom of page