Search
  • Paulo Jorge Pereira

"As Pupilas do Senhor Reitor", de Júlio Dinis

Clássico da Literatura portuguesa, "As Pupilas do Senhor Reitor" é uma obra de Júlio Dinis que começou por ser publicada sob a forma de folhetim no Jornal do Porto, concretizando-se em livro no ano de 1867.



Joaquim Guilherme Gomes Coelho, nascido no Porto a 14 de novembro de 1839, entraria na História da Literatura portuguesa com o pseudónimo de Júlio Dinis (mas também escreveu sob pseudónimo feminino - Diana de Aveleda -, sob o qual publicou "Os Novelos da Tia Filomena" e "O Espólio do Senhor Cipriano", respetivamente, em 1862 e 1863). Com ascendência inglesa na família e educado de acordo com os seus princípios, essa influência foi marcando presença na sua obra, sobretudo no livro "Uma Família Inglesa", onde é feito um retrato preciso da burguesia do Porto. Aos 19 anos já se estreava a publicar com "Justiça de Sua Majestade", altura em que também publicou a peça "Um Rei Popular", e poucos anos depois licenciou-se em Medicina (1861). Porém, a tenebrosa sombra da tuberculose, que lhe matara a mãe e a avó materna e iria vitimar os seus oito irmãos, manifestou-se de forma intrusiva, interferindo no que seria a sua atividade normal como médico. Teve de retirar-se para casa de uma tia em Ovar (que lhe serviria de inspiração para a obra "A Morgadinha dos Canaviais", tal como a prima e madrinha Rita de Cássia Pinto Coelho seria o modelo para a personagem Jenny de "Uma Família Inglesa") e, mais tarde, passou uma temporada na Madeira, sempre em busca de tratamento e possível cura.

Iria tornar-se docente na Escola Médico-Cirúrgica do Porto e, como Júlio Dinis, ia escrevendo contos e poemas para publicações como A Grinalda e o Jornal do Porto, nesta última apresentando em 1866, sob a forma de folhetim, "As Pupilas do Senhor Reitor", de que aqui se lê um excerto. Como livro, a obra seria publicada em 1867. Nesse mesmo ano, depois do sucesso com o livro anterior, sairia no Jornal do Porto, sob a forma de folhetim, "Uma Família de Ingleses", transformado em livro com o título de "Uma Família Inglesa" em 1868.

O sucesso e a popularidade do que escrevia levaram Júlio Dinis a apresentar, ainda em 1868, "A Morgadinha dos Canaviais", seguindo-se "Serões da Província" (1870), "Os Fidalgos da Casa Mourisca" (1871) e "Poesias" (1873). Mas o estado de saúde sofria agravamentos constantes, a tuberculose não iria poupá-lo: a 12 de setembro de 1871, com apenas 31 anos, faleceu no Porto.


Porto Editora


Margarida, Clara, Pedro, Daniel, histórias de amor e, sobretudo, de hipocrisia e falso moralismo na sociedade do século XIX são temáticas do livro "As Pupilas do Senhor Reitor".

As suas obras tiveram, entre 1921 e 1961, seis adaptações cinematográficas, metade delas para "As Pupilas do Senhor Reitor", duas dedicadas ao livro "Os Fidalgos da Casa Mourisca" e uma da obra "A Morgadinha dos Canaviais". Em televisão também houve adaptações, a primeira em 1964 numa peça transmitida pela RTP com Nicolau Breyner e Ruy de Carvalho no elenco, seguindo-se telenovelas no Brasil e minisséries em Portugal.

37 views

© 2020 by Livros Lidos. Direitos reservados

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now