Search
  • Paulo Jorge Pereira

Diogo Costa Leal lê "O Que Vocês Não Sabem e Nem Imaginam", de Eduardo White

Na estreia a ler aqui no blog, Diogo Costa Leal apresenta um poema autobiográfico do moçambicano Eduardo White: "O Que Vocês Não Sabem e Nem Imaginam".



Eduardo Luís de Meneses Costley White, com ascendência luso-anglófona, nasceu em Quelimane, na Zambézia, a 21 de novembro de 1963, mas a maior parte da sua vida foi passada em Maputo. A partir de 1976 dedicou-se à escrita de poesia e de textos dramáticos. Após três anos no Instituto Industrial, de 1984, ano de estreia literária com "Amar sobre o Índico", é a sua criação da revista Charrua, mas irá colaborar ainda em publicações como a Gazeta de Letras e Artes da Revista Tempo. Três anos depois apresenta "Homoíne", prosseguindo o seu trajeto no universo literário.

Escreveu e publicou cerca de duas dezenas de livros, alguns dos quais premiados como "O País de Mim", no final dos anos 80; "Poemas da Ciência do Voar e Engenharia de Ser Ave" (1992); "Dormir com Deus e Um Navio na Língua" (2001); "O Homem, a Sombra e a Flor e Algumas Cartas do Interior" (2004); "Libreto da Miséria" (2012).

Entrevistado no programa de rádio Lavradores da Palavra, Eduardo White confessou que, "em mim há todos os dias o poeta, todos os dias o homem, é o homem que trabalha para sustentar o poeta e infelizmente não é o poeta que trabalha para sustentar o homem, preferia que fosse o inverso. Eu viveria melhor como homem à custa do poeta e não prefiro viver tão mal como poeta à custa do homem".

Morreu na capital moçambicana, a 24 de agosto de 2014. Em 2016 a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, em colaboração com a editora Edições Esgotadas, criou um galardão literário em sua homenagem.


"O Que Vocês Não Sabem e Nem Imaginam" é um poema autobiográfico que White escreveu a 27 de novembro de 1988.

Presente nas redes sociais em Instagram: @diogocostaleal e Facebook: Diogo Costa Leal, o leitor que "ouvemos" nesta participação apresenta-se deste modo no seu blog que pode ser visto aqui: "Natural e residente no Porto. Publiquei os livros de poemas "No princípio era a nudez" (2017) e "Voz Alta" (2018). Dizedor de poesia (desde 2010). Coautor do grupo de performance e improviso de música e poesia "Poemó'Copo" (desde 2014). Poemas da minha autoria foram partilhados pela revista Novos Talentos (PT), LER (PT), Jornal Grande Porto (PT), Poezine Debaixo do Bulcão (PT), Revista Triplo V (PT), Gazeta de poesia inédita (PT), A Bacana (PT&BR), Subversa (PT&BR), Revista Germina (BR), Poema Dia (BR), Revista Arribação (BR), Revista Mallarmargens (BR), Revista Pixé (BR), Revista Acrobata (BR), Revista Berro (BR) e Revista 7Faces (BR). Formador de uma oficina de poesia oral e escrita com jovens num intercâmbio artístico Erasmus+ (2017, Limony, França). Coautor dos programas de rádio sobre poesia "Eclético Azul" (RUA FM, Faro, 2011-2012) e Vadiação Poética (Rádio Manobras, Porto, 2013-2015). Co-organizador (desde Set/2020) das tertúlias livres de "Poesia à Nora" na Cachaçaria Macaúva no Porto, todas as quintas-feiras às 21h15. Apaixona-me também dizer poesia nas ruas. Participo numa das faixas do álbum "Gosto do teu ar" (2016) do músico João Canedo, com a leitura de um texto da sua autoria. Um poema que escrevi fez parte da peça de teatro "Amor Reverso" (2016), encenada por Adalmir Cardoso e apresentada no ciclo de Teatro "Bonfim ao Palco". Licenciado em Ciências da Comunicação: jornalismo, assessoria e multimédia e formado no curso "voz: técnica e comunicação". Escrevi para o Jornal de Notícias, Revista Blitz, JPN, P3(Público) e criei o projeto de entrevistas com poetas intitulado "Um poeta para con-versar" (2016-2018).

Em dezembro de 2020 coorganizei um projeto com o grupo "Pé Ante Pé", onde li poemas num percurso turístico pela cidade do Porto.

Desde fevereiro de 2021 que faço um podcast semanal, intitulado "Passaporte", onde todas as quartas-feiras leio dez poemas de autores do mundo, em direto do Facebook. Na segunda terça-Feira de cada mês faço o projeto "Barro", onde leio - em direto do Instagram - poemas nacionais e internacionais, em conjunto com o poeta Vitor Hugo Moreira."

90 views0 comments

Recent Posts

See All