Search
  • Paulo Jorge Pereira

"Caderno Afegão", de Alexandra Lucas Coelho

O que Alexandra Lucas Coelho nos oferece através de "Caderno Afegão" é, de novo e mais do que o conhecimento profundo sobre o espaço e as suas gentes, a sensibilidade única de uma repórter como há poucas no mundo inteiro.



Agora que o Afeganistão regressou ao topo da atualidade como cenário de destruição e morte, Alexandra Lucas Coelho regressa a um espaço que tão bem conhece para transmitir toda a sua experiência como repórter e o seu profundo conhecimento sobre a situação no terreno, atualizando espaços que conhece bem e que deram origem a uma obra em 2009.

Mas esta é a terceira presença aqui no blog do trabalho da repórter. Israel e o território da Palestina sob ocupação serviram de cenários e temas à estreia com o livro "E a Noite Roda", cuja autora é a jornalista e escritora e de que aqui foi lido um excerto a 31 de maio por Agostinho Costa Sousa. A segunda aconteceu a 27 de agosto quando li um trecho de outro livro da escritora: "Líbano, Labirinto".

Com uma obra composta por não-ficção, trabalhos para os mais jovens e romances, Alexandra Lucas Coelho nasceu em Lisboa (1967), tendo passado pelos estudos em Comunicação na Universidade Nova, em Teatro no IFICT e ainda no mestrado do Centro Arqueológico de Mértola (Portugal Islâmico e o Mediterrâneo).

O seu vasto trabalho na área comunicacional levou-a à rádio durante 10 anos e ao dobro como cronista, repórter, editora ou correspondente (neste último caso em locais como Jerusalém e o Rio de Janeiro). Jornalista multipremiada e escritora também agraciada - por exemplo, com o Grande Prémio APE/DGLB de Romance e Novela ou com o Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga -, tem variado a sua atividade com exemplos como "Volta ao Mundo em 100 Livros" (RTP) ou a presença no desfile da Mangueira em pleno Carnaval de 2019.


Tinta da China


"Caderno Afegão" foi publicado pela primeira vez em 2009.

Além dos livros aqui mencionados, Alexandra Lucas Coelho publicou: "Oriente Próximo"(2007), "Viva México" (2010), "Tahrir!" (2011), "Vai Brasil" (2013), "O Meu Amante de Domingo" (2014), "Deus-Dará" (2016), "Orlando e o Rinoceronte" (2017), "A Nossa Alegria Chegou" (2018) e "Cinco Voltas na Bahia e Um Beijo para Caetano Veloso" (2019).

25 views0 comments