Search
  • Paulo Jorge Pereira

Sara Loureiro lê "A Vida de um Homem que Perseguia Poemas", de Joana Lopes

No dia em que Sara Loureiro apresenta a sua poesia em livro, intitulado "Ars Rosae ou a Arte de Rosear", em Setúbal, na Casa da Baía, às 15h30, aqui se recorda a primeira proposta de leitura que nos trouxe: um trecho da obra "A Vida de um Homem que Perseguia Poemas", de Joana M. Lopes.


Nascida em 1984, Joana M. Lopes é licenciada em Animação Cultural e mestre em Animação Artística, dedicando-se a programas no âmbito da mediação cultural além de ser artista plástica. Começou por dedicar-se à escrita de livros infantojuvenis, publicando "De onde Vêm as Bruxas" - que recebeu o prémio do Pingo Doce para Literatura Infantil -, "O que Tem a Barriga da Mãe?", "Corações aos Milhões", "Manuel, o Menino com Asas de Livros" e "Marcelo, o Presidente" antes da estreia no romance com "A Vida de um Homem que Perseguia Poemas", seguindo-se "Cabeça de Andorinha".

"A Chama de Adrião Blávio", publicado em 2020, é o seu segundo romance e aqui foi abordado em diferentes momentos - a estreia aconteceu pela voz da própria autora, a 25 de setembro de 2020, regressou a 4 de novembro e também a 29 de agosto quando li um trecho pela segunda vez no Especial dedicado à Feira do Livro. Antes, a 3 de junho, Sara Loureiro lera o excerto do primeiro trabalho de Joana M. Lopes que hoje aqui se recupera: "A Vida de um Homem que Perseguia Poemas". Mais tarde, de 29 de setembro e 4 de outubro de 2021, são as suas leituras da poesia de Hilda Hilst do livro "Do Desejo" e ainda do trabalho poético de Alejandra Pizarnik. E eu li "Corações aos Milhões" a 10 de outubro do ano passado.


Alêtheia Editores


"Quase vinte anos depois, regresso à aldeia, regresso a esta casa, regresso a mim. Estremeço, sou um homem que vem para morrer, sou um homem que vem para nascer dessa morte, agora que estou finalmente lúcido, venho curar-me": este é o início da estreia no romance protagonizada por Joana M. Lopes.

Sara Loureiro é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, pós-graduada em Animação Cultural e Mestre em Ciências da Educação. Atualmente dedica-se, como freelancer, à promoção do livro, da leitura e da escrita criativa. É diseuse e não concebe a sua vida sem ler e escrever poesia, o seu superalimento. Também faz resenhas de livros, publicando e partilhando opiniões sobre o que lê. Considera que as palavras são uma das maiores invenções da Humanidade e, por isso, gosta de as ter por perto, de lhes sentir o pulso e insuflar vida. A sua atividade estende-se, igualmente, às áreas da programação e da produção cultural. É co-fundadora do PICA, Projeto de Intervenção Cultura e Artes, nascido da/para a sociedade civil, com o propósito de valorizar, preservar e divulgar o património cultural, material e imaterial. Além disso, é consultora pedagógica e formadora na PLUS Academy. E hoje à tarde apresenta a sua poesia em livro - um momento absolutamente imperdível!

29 views0 comments